33,99 €
Versandkostenfrei*
inkl. MwSt.
Versandfertig in 6-10 Tagen
17 °P sammeln
  • Broschiertes Buch

Altas concentrações de CO2 atmosférico limitam a assimilação de CO2 e de nitrogênio em muitas espécies de plantas C3. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi identificar como o elevado CO2 regula a fotossíntese e a assimilação do nitrogênio em plantas de soja. Para tanto, foi realizado um experimento em câmara de crescimento utilizando plantas de soja com 25 dias de idade. Os níveis de CO2 aplicados foram: ambiente (40 Pa), elevado (100 Pa) e transição para as condições ambiente (100 - 40 Pa). O elevado CO2 foi capaz de afetar fortemente as trocas gasosas, com fechamento estomático, levando…mehr

Produktbeschreibung
Altas concentrações de CO2 atmosférico limitam a assimilação de CO2 e de nitrogênio em muitas espécies de plantas C3. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi identificar como o elevado CO2 regula a fotossíntese e a assimilação do nitrogênio em plantas de soja. Para tanto, foi realizado um experimento em câmara de crescimento utilizando plantas de soja com 25 dias de idade. Os níveis de CO2 aplicados foram: ambiente (40 Pa), elevado (100 Pa) e transição para as condições ambiente (100 - 40 Pa). O elevado CO2 foi capaz de afetar fortemente as trocas gasosas, com fechamento estomático, levando a fortes reduções na transpiração foliar (88%) e assimilação de CO2 (48%). Recuperando 69% do valor inicial da fotossíntese líquida após o período de transição para a condição ambiente. Entretanto, a concentração interna de CO2 (Ci) foi elevada em 1,7 vezes, retornando para o nível de controle após a transição. A atividade inicial e a total da Rubisco decresceram 44% e 34%, respectivamente.
Levando a uma redução de 9% no estado de ativação da enzima, porém após a transição para as condições de CO2 ambiente, a atividade inicial e a total recuperaram 74% e 84%, respectivamente.
Autorenporträt
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Mestre em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com área de concentração em Fisiologia da Nutrição e Estresse Abiótico.