23,99 €
inkl. MwSt.
Versandfertig in 6-10 Tagen
12 °P sammeln
  • Broschiertes Buch

Considerando a crise econômica e ecológica enfrentada pela cafeicultura com o uso intensivo de agroquímicos e a diversidade de modelos de base ecológica existentes, o presente trabalho tem como objetivo apresentar a trajetória da cafeicultura no Brasil, tecendo uma análise dos principais impactos causados por esta commodity agrícola. O documento apresenta o estado da arte da cafeicultura orgânica e seu potencial de conservação e preservação da biodiversidade, resgate de práticas tradicionais de cultivo e uma reconstrução dos agroecossistemas por meio dos redesenhos das unidades de produção. …mehr

Produktbeschreibung
Considerando a crise econômica e ecológica enfrentada pela cafeicultura com o uso intensivo de agroquímicos e a diversidade de modelos de base ecológica existentes, o presente trabalho tem como objetivo apresentar a trajetória da cafeicultura no Brasil, tecendo uma análise dos principais impactos causados por esta commodity agrícola. O documento apresenta o estado da arte da cafeicultura orgânica e seu potencial de conservação e preservação da biodiversidade, resgate de práticas tradicionais de cultivo e uma reconstrução dos agroecossistemas por meio dos redesenhos das unidades de produção. Além disso, apresenta os principais pressupostos da transição agroecológica para a promoção de uma cafeicultura sustentável: manejo ecológico do solo, de pragas e de doenças, e o redesenho dos agroecossistemas com os sistemas agroflorestais (SAFs) e a Permacultura.
Autorenporträt
João Marcos Verly es de Muqui, capixaba, y se graduó en Tecnología en Caficultura en el campus de Ifes de Alegre, en 2020. Maurício Novaes Souza es Ingeniero Agrónomo por la UFV (1981), Máster en Recuperación de Áreas Degradadas, EIA, Economía y Gestión Ambiental por la UFV, y profesor del campus de Ifes Alegre.