47,99 €
versandkostenfrei*
inkl. MwSt.
Versandfertig in 6-10 Tagen
24 °P sammeln
  • Broschiertes Buch

O Acordo de Paris, que estabelece o compromisso das Nações para o enfrentamento às mudanças climáticas, foi ratificado por 133 países em prazo recorde - 4 meses depois de sua adoção em dezembro de 2015 - com regras que começam a valer a partir de 2020. Ao longo dos mais de vinte anos durante os quais ocorreram as negociações, governos locais do mundo todo estiveram sempre presentes, por meio das redes transnacionais de cidades, principalmente o ICLEI. Neste livro, avalia-se a participação de cidades brasileiras na governança global do clima por meio de sua associação a essas redes e, como essa…mehr

Produktbeschreibung
O Acordo de Paris, que estabelece o compromisso das Nações para o enfrentamento às mudanças climáticas, foi ratificado por 133 países em prazo recorde - 4 meses depois de sua adoção em dezembro de 2015 - com regras que começam a valer a partir de 2020. Ao longo dos mais de vinte anos durante os quais ocorreram as negociações, governos locais do mundo todo estiveram sempre presentes, por meio das redes transnacionais de cidades, principalmente o ICLEI. Neste livro, avalia-se a participação de cidades brasileiras na governança global do clima por meio de sua associação a essas redes e, como essa atuação contribui para que o Brasil possa cumprir seus compromissos de redução de emissões de gases de efeito estufa. Sem uma ação integrada entre os diferentes atores relevantes, governamentais ou não, o Brasil dificilmente atingirá suas metas. Este livro deve lançar luz sobre a importância das cidades nesse esforço, ainda que as emissões brasileiras sejam predominantemente originadas por desmatamento e agricultura. Gestores, acadêmicos e ativistas encontrarão neste estudo informações para compreender o papel de governos locais nessa luta, que é de todos e de cada um.
Autorenporträt
Pesquisadora, consultora e arquiteta, tem Phd e MSc em Ciência Ambiental pela Universidade de São Paulo. Mestre em Gestão Ambiental pela Universidade de Oxford com bolsa do Governo Britânico. Desde 1990 trabalha com políticas públicas e gestão para sustentabilidade, tendo sido diretora para América Latina do ICLEI entre 2002 e 2011.